Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Sab | 05.01.13

Por ti, o Mundo



 
 
"Fazes parte daquele grupo de pessoas com quem posso contar para tudo na minha vida sempre e para sempre, e se calhar é por isso que as mãos me tremem de emoção ao te escrever estas palavras. Tu dás-me muito do que não tenho e no entanto nunca descansas, nunca te cansas de tentar descobrir em mim o que me falta para ser melhor e mais feliz. Acreditas, incondicionalmente nas minhas capacidades, relativizas os meus defeitos, aturas as minhas neuras, partilhas as minhas vitórias, estás ao meu lado para o que der e vier.
Dás-me paz, companhia, doçura, harmonia, amor, serenidade, confiança. Dás-me a mão, o teu coração e a tua cabeça, as tuas memórias e os teus projectos, fazes-me sentir importante quando estou do tamanho de uma ostra e fazes-me rir quando quero chorar e chorar quando rio.
Uma amizade assim não tem fim, mas tem principio e meio, e no meio de tudo isto só te posso dizer minha querida que o mundo não teria a mesma luz se tu não fizesses parte dele."
Margarida Rebelo Pinto

Estou quase a ir-me embora de novo e só te pus a vista em cima três vezes. A culpa? Não ta posso atribuir. Sabes que todo este tempo o meu principal objectivo foi evitar que alguém ficasse com a cara desfeita xD Por momentos pensei que te tinha perdido, é certo... porque ver a nossa melhor amiga a lidar com a pessoa em quem menos confiamos neste mundo por todos os motivos possiveis e existentes, dá-nos cabo da cabeça.. principalmente se a esses motivos acrescentarmos um bocadinho de ódio e desejo irracional de vingança. Mas foram momentos de irracionalidade muito facilmente ultrapassados, até porque me fizeste ver que a indiferença é muito mais de uma "lady". Deves ter sido das poucas pessoas neste mundo que nunca me deixou ficar mal, faneca... e olha que hoje em dia isso é um dom.
Sei que também andaste a bater com a cabeça na parede a pensar se teríamos perdido o que tínhamos. Acho que ambas tivémos algumas dúvidas nestes dias. Mas há coisas que nem o tempo, nem a distância nem ninguém pode apagar, e a nossa amizade, cumplicidade e irmandade é uma delas. O que nós temos pouca gente sabe ter e isso para mim vale ouro. TU vales ouro, és perfeita aos meus olhos, sei que carregas o maior coração que existe e nada me deixa mais orgulhosa do que poder ter o titulo de tua irmã e melhor amiga.
Este post é só para que te lembres aquilo que significas para mim: o Mundo. E que nada nem ninguém poderá tentar fazer-me ver o contrário, porque sei que para ti é isso que significo também. Somos irmãs que podem não ser de sangue, mas que poderiam ter sido (temos os olhos igualzinhos, somos brancas como vampiras deslavadas, temos um pavor incontrolável por abelhas, amamos dançar...AH e tenho esperança que a partir de agora continues entusiasmada a ler e te tornes tao viciada em livros quanto eu... aí já seremos quase gémeas xD) 
 
Mais uma vez, estou de partida... mas como me relembrou o meu pai da última vez que voltei para Espanha: "A próxima vez que apanhares este autocarro para lá, será a última vez que o fazes. O tempo voa."
Já partilhei contigo a sensação agridoce que isso me traz.. não sei se me hei de sentir bem ou mal, nostálgica ou entusiasmada. Logo te digo, mais perto do fim. Agora é mais um vez a respirar fundo, faneca. E dia 5 Fevereiro sou toda portuguesa e toda tua de novo :)
 
AMO-TE MELHOR AMIGA «3