Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Ter | 03.12.13

Espírito Natalício

Ontem, para além do mano ter feito anos e ter havido jantarada no estaminé, decidimos montar a árvore de Natal. É sempre algo que adoro fazer, porque os Duarte tem como tradição montá-la todos os anos juntos (foi graças a essa tradição que, no ano passado, devido ao facto de eu estar em Espanha, montámos a árvore logo em Novembro, na minha breve visita a Portugal xD). Este ano ainda adorei mais montá-la, já que tivémos como que um elemento extra a juntar-se à festa.


O Natal é de facto a minha altura do ano preferida. Cheira a amor, aconchego, a família, a carinho, a magia. E isso é das coisas mais valiosas que podemos possuir. Aquilo que o dinheiro nunca poderá comprar.



PS: Claro que o meu namorado aproveitou para partilhar com os meus pais a sua ideia estapafúrdia do casamento natalício (podem acreditar, ainda não se esqueceu). O meu pai amou, e ainda lhe deu conversa. A minha mãe, claro, veio em minha defesa. O meu irmão só olhou para nós com cara de WTF. Eu cá acho que ele é o mais equilibrado desta família.
A qualidade das imagens é péssima, mas fica a ideia.