Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qui | 02.12.10

...



Enquanto assisto ao teu crescimento, pergunto-me como é que o tempo passa tão depressa. Ainda ontem te agarrei em colo pela primeira vez e disse à mãe que parecias o Elvis com a quantidade de cabelo preto que tinhas... e choco-me ao te tentar persuadir a fazer algo e tu simplesmente arrasares-me com argumentos para não o fazer (estava habituada a levar a melhor da tua ingenuidade de bebé).
Hoje aqui estás tu, a completar nove anos de idade, a celebrar nove anos que terminou a minha vida como filha única.

Só quero que saibas que, apesar de todos os berros que te mando pelas tuas parvoíces, pelos teus comentários metediços e pelo facto de não fazeres o que te mando à primeira, serás sempre o meu bebé e a mana tem muito orgulho em ti.

Parabéns meu benfiquista «3

 

Da tua sempre irmã,
Joana Duarte