Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Seg | 30.04.12

Godmother «3



Ontem foi dia Mundial da Dança, um dia muito importante para mim não só por representação do óbvio mas também por outras duas razões:

1. Faz um ano que tirei a Carta de Condução!
2. A minha Madrinha fazia anos.

Já passaram alguns anos e continua a doer-me conjugar o verbo "Fazer" no passado. E a minha indignação torna-se maior por pensar que só há pouco tempo estarias a entrar nos teus 40 anos.
Não me vou adiantar muito em relação ao assunto. Outrora escrevi-lhe textos de páginas inteiras, e são tantas as conversas que temos as duas "de cá de baixo lá para cima".

Só te quero agradecer mais uma vez por continuares a olhar por mim, por não me largares a mão, por me puxares os alicerces quando tantas vezes me apetece cortá-los, por iluminares o meu caminho, por me fazeres sentir que nunca estou sozinha e por me ajudares a continuar a seguir o sonho que é NOSSO: Dançar.
Se hoje em dia estivesses cá "em baixo" comigo, dizia que morro de inveja por fazeres anos neste dia :P Mas para além disso, dava-te também os PARABÉNS e AGRADECIA-TE pelo impacto que tiveste na minha vida em tão pouco tempo, e pelo impacto que continuas a ter.
Para além de teres cumprido o teu dever enquanto Madrinha perante Deus, foste tu que mesmo sem querer ditaste o meu futuro. Ensinaste-me que a vida é demasiado curta para viver sem fazer aquilo que mais gostamos, que não faz mal sonhar (muito pelo contrário) e que para além de todo o esforço e trabalho que devemos ter para alcançar o que queremos, devemos ter FÉ: Fé em nós, fé nos outros, fé naquilo em que mais acreditamos.
Não te chateies comigo por, por vezes, perder essa Fé. Acho que faz parte da vida e do crescimento de qualquer um. E eu tenho (re)aprendido a recuperá-la, de tempos a tempos.
Espero que estejas orgulhosa daquilo em que me tornei, daquilo que tenho feito, daquilo que tenho alcançado. Nada seria mais importante para mim do que isso. Porque tu para mim, foste o maior orgulho que tive. Um exemplo de força, de optimismo e de gosto pela vida.
Toda a minha vida, vi-te doente. Umas vezes pior do que outras. E no entanto, para mim nunca foi isso que te caracterizou. Foi sempre o teu sorriso, os nossos lanches, as nossas conversas, o teu quarto de criança, o cheiro chá e pão de ló (:P), o teu entusiasmo perante a Dança, a tua pancada pelo coelho Tambor do filme do Bambi, a tua paixão pela série original do Fame e os nossos gelados por Setúbal que tantas vezes me deram algum alento quando fui arrancar dentes.

Mais uma vez, Parabéns.
Segundo o Tempo, já não conta.
Segundo o meu Coração, estás de Parabéns todos os dias pela vida que levaste. Apenas tens um dia (o melhor deles todos) para o celebrar.

AMO-TE, sempre.
Madrinha «3
Dom | 29.04.12

Dia Mundial da Dança «3

 
 
Ser bailarino é muito mais do que saber fazer umas voltas, saltos, usar a força ou mesmo ter flexibilidade... é muito mais do que ter eixo e ter um corpo perfeito. Ser bailarino é muito mais do que festivais e espetáculos de final de ano ou dançar nas primeiras filas ... Ser bailarino é dedicar-se, é estudar a Dança, a sua História, os seus passos e movimentos, é conhecer todas as suas vertentes... e variantes, porque não existe um estilo de Dança mais respeitável que outro, bailarino é bailarino e pronto ... é não só fazer Dança, mas RESPIRAR Dança. É aprender, fazer aulas e dedicar-se ao máximo todos os dias, porque esta arte requer mais que um treino físico, requer emoção, paixão e muito amor.
Ser bailarino é uma busca constante pela perfeição, mesmo sabendo que jamais a encontrará; é dedicação, mesmo que isso implique não estar com os amigos ou com a família em dias especiais . Ser bailarino não é para fracos, é um desafio diário em transformar o corpo e possibilitar os mais variados movimentos… É não ter horários fixos, é ensinar o próprio corpo a reagir quando se tem apenas três horas de sono devido a ensaios ou treinos tardios, porque a Dança é bonita de se ver mas é assim mesmo: desafia, cansa, extenua não apenas fisicamente, mas emocionalmente. Ser bailarino é querer aprender todos os dias, porque um bailarino vai passar a vida toda a aprender independente da idade e do tempo que tem de função nesta área. Tem que dar o seu melhor todos os dias, tem que ter humildade para admitir que erra e capacidade de se auto-corrigir; tem de ter força interior para aceitar que se não correu bem num dia, correrá bem no dia seguinte.
Dançar é a busca do desconhecido, é insistência, repetição, persistência e muita sabedoria. E acima de tudo, ser bailarino não é fazer Dança. É VIVÊ-LA!!
 
Como ser bailarino é isto e muito mais, merecemos ter este dia :)
FELIZ DIA MUNDIAL DA DANÇA Joana
Sab | 28.04.12

Deeper inside





O meu conceito de "destinados a ficar juntos" mudou radicalmente... se antes era quase uma filosofia de vida, agora deixou de fazer qualquer sentido.
Estou à espera que me faças mudar de ideias.

Pág. 1/4