Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qui | 06.09.12

Insónias

São 6 a.m e, numa noite em que deveria estar realmente a descansar por causa dos longos e largos dias que se aproximam, faço exactamente o contrário.
A minha cabeça transborda de pensamentos, medos, dúvidas e coisas para fazer. Tento antecipar (como já é costume em mim) como vou reagir à (temporária) mudança, se me adaptarei à casa, à vizinhança e à zona, se eu, a Maria Inês e o Fábio vamos conseguir viver organizadamente em harmonia, se vou achar as aulas dificeis, acessiveis ou de uma exigência que não vou aguentar, se os professores são simpaticos ou daqueles que metem nojo, se os colegas bailarinos espanhois nos farão sentir "bienvenidas" ou excluídas, se vou dar em maluca por não ter chá nem café que preste, em que dias vou ter as minhas visitas, quando seremos nós a ir explorar mais locais emblemáticos da Europa, se vamos ter tempo sequer para respirar e ainda cuidar da casa, da roupa e das restantes lidas, com que frequência vou conseguir falar com as pessoas que com carinho, amizade e amor ficam pacientemente à minha espera aqui em Portugal, se a experiência vai passar tão rápido quanto dizem, quão "graves"vão ser as saudades dessas mesmas pessoas, da minha linda Lisboa, dos treinos no Catica, da Faculdade, como reagirá o meu irmão de 10 anos à ausência da mana no primeiro ano em que vai para o 2º ciclo, se a minha coelha vai sentir a minha falta, quão prestável poderei ser para os que precisarem de mim durante esta temporada longe.. Se quando voltar tudo continuará a girar na mesma direcção, se vou mudar demasiado ou apenas o suficiente para me sentir mais completa, se as pessoas que dizem ficar à minha espera realmente o fazem...
 
Ainda por cima já iniciei o meu roll de despedidas, que incluem os meus avós que não estão habituados a ver alguém proximo a meter-se nestas aventuras e portanto estao a panicar mais do que eu x)  Não é nada fácil.. e nos próximos dois dias vai ser ainda pior: hoje vou dançar a ultima vez em Portugal antes de me ir embora e por consequente vou ter de me despedir de uma quantidade enorme de pessoas com a qual passei a maior parte do meu tempo este Verão e da qual fiquei super apegada e ainda fiz algumas amizades; de seguida, eu e a Maria Inês iremos ter com as nossas colegas/amigas da Faculdade para pormos a conversa das férias em dia e ao mesmo tempo dar um ultimo abraço antes de partirmos..felizmente ou infelizmente, dependendo da perspectiva, a nossa turma é muito ligada; na sexta-feira será o meu "Jantar de Até Já" (como a Sara propos que lhe chamasse) e lá vou eu ter de dizer Adeus aos meus restantes amigos; e no Sábado chega a derradeira despedida: a da minha coelha Tambor, do Papinho, dos meus pais e irmão,... e do meu país.
 
Demasiado barulho na minha cabeça para me ser possivel adormecer.