Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Dom | 07.10.12

Distância

Há dias mais fáceis do que outros quando estamos longe dos que amamos. E a verdade é que hoje é um dos dias que custa, creio que por ser Domingo e estar pouco ocupada.
Fazer ERASMUS é das melhores experiências que podemos ter nesta vida. Mas tem os seus desafios, principalmente para uma pessoa como eu.
O que é que fazemos quando as fotografias não chegam para acalmar a saudade? O que é que fazemos quando nos sentimos perdidos e precisamos de um abraço daqueles que nao estao por perto? O que é que fazemos quando temos de "controlar" as nossas emoções na nossa própria casa porque apesar de estarmos a viver com amigos, não queremos que se apercebam que estamos fracos? O que é que fazemos quando a incerteza nos martela a cabeça? E quando a culpa nos assombra por não podermos ter conversas duradouras com aqueles que precisam de nós porque gastamos milhares em telemóvel? E o que fazemos quando não confiamos o suficiente em quem amamos para garantirmos que estará à nossa espera quando voltarmos? O que é que fazemos quando todo este tipo de sentimentos nos passa pela cabeça e nos atravessa o coração e não queremos contar aos que mais amamos porque sabemos que ficarão preocupados e nao queremos que isso aconteça?

É lixado...