Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Dom | 10.05.15

Aquilo a que chamam de calções...

Com este calor, dá para começar a pensar no belo do Verão (nem que seja só mesmo pensar, porque "Verão" é para a esmagadora maioria sinónimo de pelo menos uma semana de férias, e essas parecem estar mais longe do que nunca nesta fase em que o cansaço já nos faz por vezes arrastar). Posto isto, para além dos belos fins de tarde em esplanadas, da praia, da piscina, das noites de caracoladas e bebidas frescas nos bares de sempre com os amigos de uma vida, uma pessoa começa também a pensar consequentemente nos outfits. Eu pessoalmente, este ano quero dar uma gigante reviravolta na minha roupa de Verão, a começar pelos calções. No Verão é rara a vez que ando de pernas tapadas (dá-se-me umas comichões por causa do calor que nem queiram saber) e apesar de adorar um determinado estilo de vestidos, sou muito mais adepta dos calções. Já tratei de comprar vários estilos (tenho alguns do ano passado que continuo a adorar e portanto permanecem), mas como tenho vindo a emagrecer gradualmente desde que comprei os meus últimos de ganga, queria comprar uns dois pares novos. E nem sonham como está difícil encontrar uns...

E porquê?

Porque agora parece que a malta adotou a moda de usar os calções de ganga tendo como primeiro requisito tê-los quase até ao pescoço e com as bordas do cu de fora!! E eu cá, dispenso essa parte.

É às paletes, gente! Às paletes! Calções de todo o tipo de ganga, com todo o tipo de padrão, com renda, sem renda, com bolsos, sem bolsos... e com uma costura que só suporta as partes íntimas lá pelo meio porque se assim não fosse deixava de ser calção para ser vestido. 

Será que sou eu que tenho um cu especial de corrida, que fica com as badanas de fora nestes calções de hoje em dia? Ou será mesmo propositado ficar com o segundo par de "bochechinhas" a ver-se?

O mais grave é que eu sei que é... é mesmo propositado. Estava a tentar fazer-me de parvinha com uma pergunta ligeiramente retórica a ver se a pouca esperança que tenho nas gerações seguintes se renovava, mas em vão. 

Que retrógrada que sou, senhores. Que retrógrada! Há que mentalizar-me que nunca há pele demais à mostra e que um rabinho é sempre lindo de se ver, seja na praia ou num restaurante a que se vai jantar com a família. E quem sabe, até mesmo num funeral! Vai daí que me vou adiantar à malta fashion e vou lançar já a moda dos decotes ali abaixo do mamilo. Pelo sim, pelo não.

(Com isto, não digo que quisesse uns calções até meio da coxa. Bastava-me uns milímetros a mais de tecido, estão a ver a diferença? Nem 8 nem 80)

t2014-summer-women-fashion-80-s-font-b-booty-b-font

 

2 comentários

Comentar post