Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Sab | 07.11.15

Outros ritmos

Partilhar outras vivências e aprendizagens dentro da Dança é algo que, sempre que puder, disponibilizarei aos meus alunos. Terem contacto com outros professores de dança que não eu, com outros ritmos, outros movimentos e outras maneiras de ser não me deixa de todo a pensar que me "deixarão". Metê-los dentro de uma concha super egocêntrica de "MEUS alunos e não teus" não faria de mim, de todo, uma boa profissional. No que toca ao ensino e educação das crianças, já assisti a muitos 8's e muitos 80's. Há o sobre-estímulo que faz com que as crianças não se saibam focar e dedicar a algo (até nós, enquanto adultos, sabemos que se nos tentarmos dedicar a demasiadas coisas ao mesmo tempo sai asneira, quanto mais não seja o facto de nada sair a 100%); E depois, vejo muito daquilo a que chamo de "palas de burro". É tudo reto, tudo "assim e pronto", tudo "certo ou errado". As crianças não têm de ser empaturradas de atividades para os manter ocupados, mesmo que seja porque eles dizem que querem e gostam... as crianças têm sim, de ser colocadas frente a várias realidades, muitas parecidas ou muitas distintas, de modo a apurarem o seu sentido crítico, de argumentação e principalmente para aprenderem a tomar decisões face ao que sentem e ao que querem. 

Bem, e tudo isto só para dizer que hoje os meus alunos de Hip Hop Kids de um dos locais onde deu aulas teve oportunidade de "sair da concha"... convidei o Vitor, que foi  meu "colega" no grupo de Hip Hop que durante muitos anos chamámos de segunda família, para lhes dar as bases do Breakdance. Acho que foi importante chegar-me à frente e afirmar que essa não era a minha especialidade e que, portanto, não iria ensinar algo sem ter a certeza do que estava a fazer. Eles adoraram :) Olharam para mim muitas vezes, como que a estranhar o meu lado "calado", fora do papel de professora e mais no papel de "assistente". Mas foi ótimo para eles, tenho a certeza que sim. Hoje sei que fiz os meus alunos crescerem e evoluírem, não só a nível de técnicas e conhecimentos de dança, como também muito subtilmente em tudo aquilo que comecei por referir acima. 

DSC_0176.JPG

DSC_0213.JPG