Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Sab | 27.12.14

"Perdoai-me Rádio Popular, porque pequei" #part2

Rádio Popular, desconfio que a minha máquina fotográfica (a moribunda branquinha e lindinha), leu o que escrevi acerca de querer vir para casa com outra, e decidiu vingar-se de mim! Acabou por voltar, miraculosamente (e supostamente) curada de todos os seus males, e eu aceitei-a de volta, como se a outra nunca tivesse existido. Dei-lhe todos os mimos e cuidados, usei-a sem problema enquanto montámos a árvore de Natal em família e festejámos os anos do meu irmão. Pensei que estava tudo bem entre nós, e que ficaríamos felizes entregues uma à outra. Até que... um dia antes de ir para Paris, liguei-a para ver o estado da bateria e eis que me começa a dar o mesmo erro que a levou de urgência!! Fiquei furiosa, Rádio Popular. 

Não podia ter existido pior altura para ela ter voltado ao seu estado de saúde grave. A sorte é que lá se foi aguentando em Paris e, por via das dúvidas, pedi a da minha mãe emprestada, para ficar de reserva. O pior, caríssima Rádio Popular, é que me deparei com mais problemas na máquina do que quando ela foi internada da primeira vez. Não está certo, ela tem cerca de um ano, eu sou cuidadosa e adoro-a. Percebo que ela se sinta traída, mas desceu muito baixo! Desconfio que a nossa relação nunca mais será a mesma.

Perdoai-me, Rádio Popular, mas eis o que vai acontecer agora: vou deixar a minha branquinha nas vossas mãos de novo...E vou continuar a viver em pecado. A sonhar com a outra máquina. E a desejar o que desejei antes da branquinha voltar ás minhas mãos: que não seja "arranjada" a tempo, para que eu possa trazer a outra para casa.

Virei rebelde, Rádio Popular. Eu sei que a culpa não é de vossa excelência. Que ela foi enviada para a marca, ou para a fábrica, ou whatever, e que lá é que trataram (mal) dela. Mas pronto...fica a promessa de que não descansarei enquanto não trouxer o meu segundo amor para casa! **música heróica e a atirar para o romântica, de um filme manhoso qualquer**

1 comentário

Comentar post