Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Sex | 08.01.16

Pirosas

Palavra de Bailarina
De volta às aulas (que tenho e que dou), hoje tive duas meninas de quatro anos engalfinhadas uma na outra. A razão? Ambas afirmam ser pirosas (como se fosse a melhor característica de sempre) e a "X" disse que a "Y"não o era! Que a "Y" não tinha tudo para ser pirosa e que tinha de aprender com ela (a "X") Nunca pensei dizer isto, mas chegou a um ponto que tive mesmo de dizer: "PRONTO, SÃO AS DUAS SUPER PIROSAS, ESTÁ BEM? LARGUEM LÁ OS CABELOS UMA DA OUTRA!"   Relembro... têm 4 anos. Afinal, se um dia Deus decidir que devo ser mãe só de rapazes, vou sentir-me abençoada. (ou não, ainda me calham uns pirosos também, para não cantar de galo)
Seg | 14.12.15

Começou a saga " eventos com a desculpa do Natal"

Palavra de Bailarina
Claro está que ando desaparecida pelo grande motivo "falta de tempo". Peço desculpa uma vez mais a todos os que ainda vão tendo alguma paciência para me seguirem por aqui.  Apesar de Dezembro ser um mês atarefado, por mais coisas que tenhamos para fazer, não deixa de culminar num mês bonito...pelo menos, a meu ver. O meu maior foco este Dezembro (como em todos os outros) tem sido os espetáculos dos meus alunos, as apresentações do meu livro e a faculdade.  Está tudo em "modo (...)
Sex | 27.11.15

Coração aquecido

Palavra de Bailarina
Quando temos alunos que já acompanhamos há mais de um ano, começamos a reparar em algumas diferenças que, em comum, têm apenas um factor: o seu crescimento (normalíssimo). Não falando apenas na evolução e na aquisição de skills técnicos e/ou criativos que fazem sentido na minha área de ensino-aprendizagem, é mais de salientar o facto de mudarem o tipo de conversa que têm comigo e com os amigos; o facto de já não serem tão de abraços, beijinhos e desenhos (não porque (...)
Ter | 24.11.15

"Se os dias tivessem mais 24 horas"... e se eu as aguentasse sem cair para o lado

Palavra de Bailarina
Por mais que me tente prevenir, por mais que adiante trabalho e por mais que tente manter o controlo... chega esta "época natalícia" e o novelo começa a emaranhar. O ano passado perguntava-me como raio iría conseguir chegar a todo o lado entre espetáculos de Natal, masterclasses, aulas abertas à família, indumentárias para ir buscar (e trocar, e voltar a ir buscar), autorizações para receber (posições coreográficas a mudar, a voltar, a acontecer), ensaios extra, mil (...)
Sab | 07.11.15

Outros ritmos

Palavra de Bailarina
Partilhar outras vivências e aprendizagens dentro da Dança é algo que, sempre que puder, disponibilizarei aos meus alunos. Terem contacto com outros professores de dança que não eu, com outros ritmos, outros movimentos e outras maneiras de ser não me deixa de todo a pensar que me "deixarão". Metê-los dentro de uma concha super egocêntrica de "MEUS alunos e não teus" não faria de mim, de todo, uma boa profissional. No que toca ao ensino e educação das crianças, já assisti a (...)