Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qua | 06.08.14

We'll always have Paris

 

Eu e o João combinámos tentar viajar todos os anos (enquanto as nossas poupanças assim o permitirem). No entanto, temos noção que nos próximos tempos nenhum "passeio" poderá ser tão dispendioso como foi o México. E por isso, já escolhemos um destino Europeu mais acessível para o próximo Verão. 

Claro que eu, com aquela sede insaciável por fazer malas e desaparecer por dias, comecei logo a "esticar a corda":

Joana - Até ao próximo Verão, temos muito que esperar!Praí a meio do ano já vou andar a desesperar...

João - Tem de ser... vais ver que passa a correr!

Joana - Achas?! Não passa nada! Se ao menos fizéssemos uma escapadinha la pró Natal, quando estivéssemos de férias...

João - Não comeces já a inventar! Já fazermos uma no Verão é uma grande sorte. Não há dinheiro para duas viagens no espaço de um ano. 

Joana - Mas tu não tens primos em Paris? Podíamos ir passar uns dias com eles, e se comprarmos os bilhetes de avião agora, conseguimos preços super acessíveis. Eu já lá fui, mas tinha 9 anos. Lembro-me de tudo, mas acho que a perspetiva seria diferente.

João - Tu só inventas! Deixa-te de ideias.

 

Compreendi as razões e o "não", obviamente. Isto não está fácil para ninguém... e portanto, deixei de parte a escapadela natalícia a Paris, tendo noção do quão sortuda sou por no próximo Verão ir a outro lugar que tanto anseio conhecer. 

 

Hoje (portanto, dois dias depois desta conversa), recebi uma chamada do meu namorado, que tinha acabado de sair do trabalho... e depois da conversa normal dos nossos telefonemas, ele pergunta-me:

"Olha amor... sempre queres ir a Paris no Natal?"

Joana - Já nã chegámos a uma conclusão sobre isso?

João - Ah... mudei de ideias. Vi que as passagens de avião estão baratissimas. E por isso era melhor aproveitarmos. Que achas?

 

Escusado será dizer a resposta. A mãe dele aproveitou para se juntar a nós, mais o seu companheiro. A viagem está marcada.

Parece que em Dezembro vou cumprimentar a Torre Eifell, pela segunda vez na minha vida.

 

Acho que, aos poucos, estou a criar um "monstro viajante" igual a mim, dentro do João. Devo preocupar-me? :)