Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Seg | 10.09.12

2º dia em Málaga

CLEANING AND BUSINESS DAY. Depois da Maria Inês ter ficado logo no primeiro dia sem o seu cartão de crédito, que foi engolido por uma caixa multibanco, lá acordámos nós hoje as sete e meia da manhã com o intuito de ser as primeiras a chegar ao banco e a resolver o problema. Fácil, rápido e eficaz, graças a Deus xD Aproveitámos que era cedo e que estávamos despachadas para ir finalmente, depois de tantos meses de espera, conhecer o tão aclamado Conservatório Superior de Danza de Málaga e devo dizer que não me desiludiu em nada e, de facto, até me surpreendeu. Aspecto super limpo, três largos andares rodeados de fotografias de bailarinos e espectáculos do conservatório pelas paredes fora. Ainda conseguimos espreitar um estúdio, a biblioteca e os balneários e descobrimos, falando com a responsável pelos ERASMUS, que as nossas aulas iniciam a 24 deste mês e terminam mais cedo do que pensávamos (em finais de Janeiro e não de Fevereiro JDepois de despachadas da nossa visita de médico áquele que será o edifício em que passaremos mais tempo nestes próximos tempos, fomos FINALMENTE COMPRAR COMIDAAAA. Infelizmente íamos caindo para o lado quando começámos a ver os preços das coisas. WTF?! Tenham lá calminha aí com a vossa crise, amigos, que uma pessoa com o desespero até já tem de andar a levar os guardanapos a mais que lhe dão no Burger King pra não comprar lá para casa. Ah! E QUE RAIO DE AMACIADORES PARA A ROUPA SÃO AQUELES? Cada um a cheirar pior que o outro. Eu e a Inês cheirámos TODOS e nenhum tinha um cheiro aceitável (acabámos por trazer um que chegava apenas ao “suportável”. Saímos de lá quase drogadas com os cheiros, for god sake -.-‘ Já entendi porque é que esta gente por aqui cheira sempre tão bem a perfumes de qualidade: para disfarçar o cheirete que vem da roupa! É que só pode -.-‘

Bem… visto que o El corte Ingles fica a 10 minutos a pé da nossa humilde casa, lá carregámos as nossas primeiras compras do dia. Decidimos voltar la mais tarde para comprar o restante.
O que sei é que passámos o dia inteiro de um lado pro outro a comprar comidas, produtos higiénicos e para a casa.. a ir e a voltar, andámos 6 vezes pra frente e pra tras. Os  nossos vizinhos já devem pensar que temos o cérebro danificado num dos lados.
 
Na pausa para o almoço, que foi EXCEPCIONALMENTE uma refeição pré-feita do El corte (e que juramos nunca mais comprar nas nossas vidas porque era um nojo) ainda estivemos a lavar TODA a loiça e utensílios existentes naquela cozinha porque as rapariguinhas que cá estiveram antes de nós já nos deram a entender bastante bem que eram daquelas que têm como filosofia de vida “PARTY HARD” e não sabiam sequer o significado de “limpar”.
No meio disto tudo ainda tive tempo para me lembrar das saudades que tenho da família, do papinho, dos amigos… e do CAFÉ PORTUGUÊS (EU DOU RECOMPENSA A QUEM ME TROUXER UMA MÁQUINA DE CAFÉ DELTA).

 

Ora bem… gostava de vos poder dizer que estou de rastos porque andei a vadear o dia inteiro… but no, not really xP
Seg | 10.09.12

Day One - Málaga

 

Resumo do primeiro dia em MÁLAGA: Depois de uma viagem de 11 horas de autocarro sentadas nos bancos lá de trás que dão pra 5 pessoas mas com uma mulher divíssima que decidiu ocupar 3 deles (mais metade do da Maria Ines) porque se queria dei...
tar (de abuso ressonava!) chegámos feitas num oito a Málaga ás 9h da manhã com poucas ou nenhumas horas de sono feitas.
Acordámos logo pra vida quando reparámos que os táxis estavam consideravelmente longe do autocarro e que por isso mesmo teríamos de carregar malas com mais de 30 kgs pela estrada fora. Escusado será dizer que ficámos completamente acabadas, transpiradas e sem forças. Sobre mim então nem falo, porque se não fosse a Miss Musculos que vai viver comigo acho que a esta hora ainda estaria a carregar malas.
Entretanto chegámos à nossa humilde casa, onde fomos recebidas pela senhoria que é um amor de pessoa e nos mostrou não só a casa como também as redondezas. Pena que eu e a Maria Inês estávamos com mais vontade de nos atirar pro chão a dormir do que outra coisa…
Chegadas a casa, arrumámos as malas, personalizámos os quartos e demos um jeitinho ao de leve no wc, cozinha e sala, que já foram "atacadas" em força hoje. Dormimos horas sem fim a tarde inteira e acordámos pra ir jantar qualquer coisa, porque não tínhamos comida em casa devido ao facto de aqui NADA abrir aos Domingos, nem mesmo o El Corte Ingles gigante que está aqui perto. Descobrimos que neste dia do fim-de-semana só se consegue apanhar aberto o Burger King, o Dunkin Coffee e todas as lojas do Chinês que encontramos e que nos safaram com a pouca comida que armazenámos pra sobreviver entre ontem e hoje de manhã.
Entretanto o cartão de crédito da Inês foi engolido por um multibanco espanhol. Instalado o pânico, concordámos em acordar hoje ás 7 e meia da manhã pra ir de imediato ao banco tratar do assunto (coisa que felizmente foi resolvida).
Foi um primeiro dia comprido, cansativo e difícil (pareço uma bebé a querer o colinho da mãe) mas que acabou tranquilamente com um filme de dança no sofá da sala (que para que conste… tem capas ROXAS :D)
 

 

 
 
 
 

 

 

 

 

 

Sab | 08.09.12

Adeus Portugal





Depois de toda a azáfama dos últimos dias a despedir-me das pessoas que me são mais queridas, depois da bagagem para 6 meses arrumada, depois de todos os encontros, jantares e festas de "despedida" que tive, está na hora de agarrar nas (demasiado pesadas) malas e partir para Espanha...  levar comigo na mala não só a roupa, o calçado e os livros mas também a alma, a força de vontade e o desejo de vencer. O coração... esse fica em Portugal, ansiando pelo meu regresso :)
 
Até já, Málaga!
A partir de amanhã tenho o Mundo nas minhas mãos :)
 
PS: Obrigado a todos os que estiveram presentes, de uma forma ou de outra, para se despedirem de mim e dar-me um abraço e beijinho! Não é um "Adeus" e sim um "Até já". Continuo presente, mesmo que longe.  LOVE YOU ALL «3
Qui | 06.09.12

Insónias

São 6 a.m e, numa noite em que deveria estar realmente a descansar por causa dos longos e largos dias que se aproximam, faço exactamente o contrário.
A minha cabeça transborda de pensamentos, medos, dúvidas e coisas para fazer. Tento antecipar (como já é costume em mim) como vou reagir à (temporária) mudança, se me adaptarei à casa, à vizinhança e à zona, se eu, a Maria Inês e o Fábio vamos conseguir viver organizadamente em harmonia, se vou achar as aulas dificeis, acessiveis ou de uma exigência que não vou aguentar, se os professores são simpaticos ou daqueles que metem nojo, se os colegas bailarinos espanhois nos farão sentir "bienvenidas" ou excluídas, se vou dar em maluca por não ter chá nem café que preste, em que dias vou ter as minhas visitas, quando seremos nós a ir explorar mais locais emblemáticos da Europa, se vamos ter tempo sequer para respirar e ainda cuidar da casa, da roupa e das restantes lidas, com que frequência vou conseguir falar com as pessoas que com carinho, amizade e amor ficam pacientemente à minha espera aqui em Portugal, se a experiência vai passar tão rápido quanto dizem, quão "graves"vão ser as saudades dessas mesmas pessoas, da minha linda Lisboa, dos treinos no Catica, da Faculdade, como reagirá o meu irmão de 10 anos à ausência da mana no primeiro ano em que vai para o 2º ciclo, se a minha coelha vai sentir a minha falta, quão prestável poderei ser para os que precisarem de mim durante esta temporada longe.. Se quando voltar tudo continuará a girar na mesma direcção, se vou mudar demasiado ou apenas o suficiente para me sentir mais completa, se as pessoas que dizem ficar à minha espera realmente o fazem...
 
Ainda por cima já iniciei o meu roll de despedidas, que incluem os meus avós que não estão habituados a ver alguém proximo a meter-se nestas aventuras e portanto estao a panicar mais do que eu x)  Não é nada fácil.. e nos próximos dois dias vai ser ainda pior: hoje vou dançar a ultima vez em Portugal antes de me ir embora e por consequente vou ter de me despedir de uma quantidade enorme de pessoas com a qual passei a maior parte do meu tempo este Verão e da qual fiquei super apegada e ainda fiz algumas amizades; de seguida, eu e a Maria Inês iremos ter com as nossas colegas/amigas da Faculdade para pormos a conversa das férias em dia e ao mesmo tempo dar um ultimo abraço antes de partirmos..felizmente ou infelizmente, dependendo da perspectiva, a nossa turma é muito ligada; na sexta-feira será o meu "Jantar de Até Já" (como a Sara propos que lhe chamasse) e lá vou eu ter de dizer Adeus aos meus restantes amigos; e no Sábado chega a derradeira despedida: a da minha coelha Tambor, do Papinho, dos meus pais e irmão,... e do meu país.
 
Demasiado barulho na minha cabeça para me ser possivel adormecer.
Qua | 05.09.12

Priceless




Essa primeira foto é de 2004, mas na realidade conhecemo-nos em 2002 (e Filipa, desculpa... não tinha nenhuma fotografia em que só aparecessemos as 5 mas sabes bem que o significado é o mesmo).
Portanto, são 10 anos maravilhosos de Amizade, uma colecção infindável de momentos e um grande caminho de descoberta de nós próprias que fizémos JUNTAS.
Passámos da infância à adolescência, e da adolescência à fase "adulta"... mas os nossos sorrisos e os nossos olhos guardam, sem grande secretismo, as mesmas crianças que um dia fomos :')
Amizades destas não têm prazo nem preço!

Amo cada uma de vocês «3