Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Sab | 19.07.14

Pirate's Bay

Este ano fartei-me de pensar no que faria no meu aniversário. Sabia que, provavelmente, teria de ser no dia a seguir, por ser sexta-feira e, portanto, um dia mais acessível. Também sabia, à partida, que seria um jantar, porque durante o dia estaria a orientar os meus alunos de um dos locais onde dou aulas, para o seu espetáculo final (by the way, tenho muito orgulho neles, estiveram muito bem!).

No entanto, um jantar significava os sitios de sempre e as comidas de sempre, aos preços de sempre (ou até mais altos). Como estou fartinha disso, andava a matar a cabeça para encontrar um sitio de jeito a um preço acessivel... até que, no dia em que fui com o João à praia, ao passarmos por Setúbal para ir para a Figueirinha, ele lembrou-se do Pirate's Bay. Trata-se de um local conhecido pelo seu fantástico rodízio de Pizzas e pelo seu ambiente digno de um filme de piratas. Por 10,90 euros, temos direito a entradas de pão de alho, podemos comer uma fatia de cada uma das 15 variedades de Pizza lá existentes e mais duas variedades de Pasta, e ainda comer as três sobremesas que se baseiam em variedades de "pizzas" doces: uma de chocolate e M&M, outra de geleia de morango com fruta e outra de pastel de nata! No final, temos o café. E no meio disto tudo, a bebida é a única coisa que se paga à parte.

 

Posto isto, depois de um dia de aniversário com a familia e a família do namorado (que também já considero minha)...

 

 

 

 

 

 

 

... no dia a seguir, foi a noite dos amigos, no Pirate's Bay!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Foram dois dias de celebração, e melhores não podia ter pedido. Obrigado a todos, pelo amor, pela amizade, pelo carinho, pela disponibilidade, pelos abraços, pelas prendas... simplesmente por existirem!

A começar assim os 22, espero chegar aos 23 de igual forma... FELIZ! :)

 

 

Sex | 18.07.14

Diz que tive um bolo-surpresa muito mexicano

Os meus pais e o meu irmão, mais uma vez, surpreenderam-me com o bolo de aniversário :) Desta vez tive direito a um com uma mexicana umas maracas nas mãos e umas sapatilhas de ballet nos pés, e toda uma decoração em volta bem "a la México". Que saudades que eu já tenho daquele lugar. (siiim, o "Diário de Viagem" não está esquecido, há que esperar só mais um bocadinho).

Voltando ao bolo, para além da decoração, era delicioso. Foi todo confecionado pela Isabel Baltazar. Obrigado!

 

 

 

 

Qui | 17.07.14

A criança faz 22 anos

Não sei como é que isto aconteceu... como é que o tempo passou por mim sem eu dar conta ou poder controlá-lo. Sei que há 22 anos comecei a fazer parte deste Mundo sem perceber muito bem a aventura que me esperava. Felizmente que, fazendo o balanço, sempre fui uma menina muito feliz, amada e cuidada... e sei que o continuarei a ser.

 

Quero agradecer todas as mensagens (telemóvel ou via facebook), todos os telefonemas, todos os beijinhos e todos os abraços que recebi hoje, até agora. E mandar um grande beijinho aos meus pais que também estão de parabéns e a quem eu agradeço profundamente tudo o que fizeram de/por mim todos os dias, desde 17 Julho de 1992, sem folgas.

 

Hoje faço 22 anos, mas a minha menina interior diz-me "Não deixes que te enganem, Ju! Continuamos a ser as mesmas meninas que brincam às princesas bailarinas e ás bruxas malvadas!"

 

 

 

 

Qua | 16.07.14

Work hard, play hard

 

É maravilhoso quando verificamos que os nossos esforços dão frutos.

Agora sim, posso dizer que farei uma candidatura daquelas de vos fazer temer pela vossa vaga :P ! Se não conseguir, sei que dei a luta necessária, e que o "não", não será por falta de talento ou esforço. Será apenas o destino a indicar-me outro caminho.

 

 

Qua | 16.07.14

Hola chicos!

Pois é, parece que esta semana no México passou a correr :') Sinto-a, revejo-a, penso nela como um sonho onde estive adormecida durante uns dias.

Gostava de ser menos clichê, mas a realidade é esta: deu para limpar a cabeça; deu para clarificar; deu para ACALMAR. Deu também (e principalmente) para reforçar laços com o homem mais lindo que conheço, e que se dá pelo título de meu namorado; deu para sermos "só eu e ele"; deu para conhecer pessoas e lugares extraordinários; deu para valorizar o que tenho, e ao mesmo tempo espantar-me com o que têm.

 

 

Não me adianto mais, porque brevemente farei aqui um relato pormenorizado de cada um dos dias que passei por terras mexicanas. Desde o primeiro ao último. Só não o faço já, porque estou à espera de algumas fotografias importantes para reforçar o relato, e que estão na posse de uma grande senhora, que tive o prazer de lá conhecer.

Será como um Diário de Bordo, que fui escrevendo nos meus (poucos) tempos mortos.

 

Aconselho a ler... e não é de todo para meter pirraça ou qualquer tipo de infantilidade como "olha o que eu tive e tu não". Nada disso. Aconselho porque, pessoalmente, adoro ler relatos de viagens feitas por outras pessoas que se dão ao trabalho de partilhar as suas experiencias connosco. São boas formas de criar expetativas (boas ou más) em relação a determinados lugares, e quase sentir que também lá estivémos... deixar de lado o tão "plástico" marketing do turismo, que se baseia em fotografias maravilhosas e frases que nos garantem que a nossa vida vai mudar se nos enfiarmos em determinado avião, e apalpar uma realidade que outrém viveu. Uma realidade que nós também gostaríamos ou planeamos viver... ou até mesmo comparar com uma experiência idêntica que já tenhamos vivido. (acho que disse todos os tempos verbais de "viver" nas últimas duas frases)

 

Se decidirem dar uma olhadela, no final da próxima semana deve começar a surgir por aqui :) Serão "bienvenidos"!

 

 

Hay lugares que nos deleitan con su belleza. Otros que nos hipnotizan con su alma!

Gracias México, hasta un dia <3