Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Dom | 17.01.21

2021 ou 2020-parte II ?

Todos os anos escrevo aqui os meus planos e expetativas para o ano em que entramos. Costumo até deixar, em jeito de "conspiração ao universo", uma palavra-chave que possa vir a resumir esse ano, e até agora, superstição ou não, tem resultado. 

Quando decidi ir rever a minha palavra-chave para 2020, percebi que não a tinha escrito. 2019 foi um ano de trabalho "nível-extremo-a-roçar-a-insanidade", e deixei o blog para trás (mais ainda do que tenho deixado os últimos tempos...ups). Poderia até dizer que por essa minha falha, 2020 foi um grande "Fail"... mas para isso, era necessário que o mundo girasse à minha volta (já que, literalmente, o mundo todo colocou um risco por cima deste ano que passou). Sei que o meu maior desejo interior era que o meu filho se desenvolvesse na minha barriga a ponto de nascer saudável, e isso, graças a Deus, foi concretizado (e, sinceramente, pouco mais importa).

Posto isto, e apesar de já terem passado as primeiras duas semanas do ano 2021 e não estarem a ser agradáveis, vou atrever-me a pedir... a conspirar de novo ao Universo, desta vez em nome de todas as pessoas neste planeta terra que querem ver a sua vida retomar a normalidade e não querem que este ano se resuma a ser um 2020-parte II.Vou pedir, não uma palavra-chave, mas duas: SAÚDE e ABRAÇOS FELIZES.

E como sei que de forma alguma o Universo vai conspirar a nosso favor enquanto andarmos a brincar ao "ser-humano com palas de burro nos olhos", peço-vos: sejam responsáveis. Fiquem em casa tanto quanto podem. Pensem nos outros: nos que já perdemos, nos que ainda estamos por perder, nos profissionais de saúde em pleno colapso a todos os níveis, e em todas as pessoas à beira da miséria. 

Pensemos uns nos outros e façamos com que 2021 seja o ano em que voltamos todos a efetivamente VIVER.

Mais uma vez, quero prometer estar mais aqui pela barraquinha. Têm sido promessas falhadas, mas não desisto. 

Apesar de estarem a ser uns primeiros 17 dias negros... Quero ainda ter a ousadia de vos desejar um BOM ANO. Em grande parte, depende de todos nós que o seja. 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.