Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qua | 18.07.18

26 lições que aprendi até aos 26 anos

Ontem, dia 17 de julho, celebrei o meu 26º aniversário. Um dia muito feliz, a fazer o que mais amo e a receber a família em casa à noite. Sobre a idade que faço em específico, prefiro nem falar, porque quem me conhece já sabe... O Síndrome de Peter Pan "assombra-me" xD Os 25 anos constituíram um ano maravilhoso a todos os níveis, com muitas dificuldades e desafios ultrapassados para culminar em momentos maravilhosos. E é só uma continuidade de tudo isto que desejo no meu próximo ano. E mais saúde, se não for pedir muito :)

Jo.jpg

 

As 26 coisas que aprendi até aos 26 anos:

1 - A família será sempre a base e o pilar da nossa existência;

2 - Ás vezes, temos amigos que são mais família do que os de sangue;

3 - O amor chega no momento certo, mesmo que não o percebamos na altura;

4 - As crianças são os seres mais incríveis e genuínos que poderemos conhecer em toda a nossa existência;

5 - Um abraço tem poderes curativos;

6 - Os olhos "gritam mais alto" do que qualquer palavra;

7 - Não devemos insistir em amizades que também não insistem em ter-nos por perto;

8 - A dança é a arte mais rica, completa e bonita, em todas as suas formas e feitios;

9 - Existem vários tipos de amor, e nem todos poderão ser compreendidos (ou até mesmo explicados);

10 - Mais importante do que estar sempre disponível, é saber quando dizer "não";

11 - Pedir ajuda não faz de nós pessoas incapazes, mas sim conscientes;

12 - Chorar não é ato de pessoas fracas, é ato para quem não tem medo das suas emoções;

13 - Conseguimos alcançar os nossos objetivos se a vontade, a fé e o trabalho estiverem em sintonia;

14 - O pôr-do-sol no mar é o espetáculo a que todos deveriam assistir pelo menos uma vez na vida;

15 - Nunca somos demasiado velhos para o colo do pai e da mãe (nem para os filmes da Disney);

16 - Viajar enriquece a alma;

17 - Nunca devemos deixar nada por dizer;

18 - Os lugares não fazem as pessoas... as pessoas é que complementam os lugares;

19 - O "se" é a expressão mais ambígua, cega e tortuosa que existe;

20 - Há que parar para escutar, porque em simples palavras podem esconder-se grandes mensagens;

21 - Não devemos ter medo do verbo "sentir" quando é aquele que nos torna mais humanos e empáticos;

22 - Colocar-nos no lugar do outro torna-nos mais capazes de compreender do que julgar;

23 - Um dia, apercebemo-nos de que a  saúde será o desejo mais pedido em todos os aniversários e natais;

24 - O cheiro da chuva em terra molhada deveria ser patrocinado por alguma marca de ambientadores;

25 - Os livros têm alma, e são verdadeiros portais que nos transportam para realidades paralelas;

26 - A criatividade é a herança que quero deixar a todos os que passem "pelas minhas mãos".

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.