Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Seg | 16.04.18

Amor, vou casar contigo #7 - A despedida de solteira... sim, já!

Eu sei, eu sei... "Andas desaparecida outra vez". Já assumi perante mim própria, sem medos, que estes meses serão sempre assim mais parados aqui pela "barraquinha", apesar de desejar que fosse diferente. Ainda não consigo chegar a todo o lado (e eu tento, acreditem).

Bem, mas passando ao que interessa, estou de volta com um tema que trouxe alguma curiosidade às pessoas nos últimos tempos: então e a tua despedida de solteira? Como vai ser?

Para já, a primeira resposta a dar foi sempre "... a madrinha é que sabe. Fora isso, sei que terá de ser cerca de dois meses antes do casamento."

Porquê tanta antecedência?

Bem, no meu caso particular, todo o trabalho mais "intenso" recai sempre sobre estes meses, principalmente Maio e Junho. Este ano, como podem imaginar, ainda mais: há demasiado a acontecer ao mesmo tempo. E por isso, tentar marcar a minha despedida de solteira para mais próximo do casamento seria como encontrar uma agulha num palheiro ou ver-me a transpirar por todos os lados porque devia estar a adiantar trabalho em vez de ali estar. E eu não queria isso, queria estar verdadeiramente lá, com alma e corpo, e gozar o momento. Por isso, preferi gozá-lo com esta antecedência do que não gozar de todo. E uma vez que, para mim, todo este conceito de "despedida" não faz sentido nenhum, achei que não faria mal ser a 69 dias de distância do dia C. Para mim, a "despedida de solteira" tinha um outro propósito que não despedir-me deste estado civil que nunca mais terei legalmente depois de me casar: era o de juntar a maior parte das mulheres maravilhosas que conheço, que são de fases totalmente diferentes da minha vida e que estarão presentes naquele dia tão especial, para celebrarem comigo, de forma mais informal e pessoal o meu noivado com o João (sim, porque não me venham com tretas...no dia do casamento não conseguimos dar a devida atenção a toda a gente). Queria juntá-las para reforçar laços e principalmente para se conhecerem (as que ainda não se conheciam) de modo a que, no dia do casamento, estejam todas ainda mais à vontade umas com as outras para desfrutarem, dançarem, rirem e sentirem-se bem (e, por consequência, eu e o João sentirmo-nos ainda melhores também).

Mas afinal, como foi o dia?

A despedida de solteira foi organizada principalmente pela minha melhor amiga de infância (e minha madrinha de casamento) e também pela minha mãe. No entanto, foi um esforço comum entre todas as mulheres presentes. Foi uma despedida de solteira, como eu disse, bastante informal, e envolveu mulheres e meninas, desde os 6 aos 50 anos. E não, não houve (desculpem-me agora a sinceridade nas palavras) bolos em forma de pilas, strippers, objetos sexuais ou aquele típico alcool do "vamos embebedar-nos até cair". E fui eu que pedi que assim fosse. Não sou, de todo, uma puritana, mas não me identifico com celebrações desse género.

Eu não tive voto na matéria, apenas escolhi o dia, convidei as pessoas e disse que não queria ordinarices, então o tema escolhido por elas foi a Disney, mais concretamente a Minnie. Quem me conhece sabe o quanto adoro tudo o que esteja relacionado com esse tema, portanto calculo que essa parte não tenha sido difícil para elas. Após a decisão do tema, e segundo consta, é que a coisa complicou: arranjar uma despedida de solteira para uma altura como esta, em que chove a potes e sem sabermos como estará no dia seguinte, não é fácil... a não ser que nos enfiemos num restaurante e num bar, coisa que a mim pouco me fascina. Portanto, acertaram em cheio quando alugaram uma sala só para nós, pertencente a uma antiga discoteca. Decoraram-na ao gosto delas (e ao meu), deixaram tudo alusivo ao tema e a comida foi um esforço partilhado entre todas (e acreditem, foi um banquete e pêras!).

E foi nesse espaço que tudo se passou, desde o final da tarde até à noite: a minha receção com cara de "WTF, o que é isto?", toda a gente vestida de preto e vermelho com umas orelhas de Minnie na cabeça, muitas gargalhadas, muita comida e bebida, muito convívio, jogos para mim, jogos para todas, muitos abraços, muitas fotografias, muito "Team Bride". A única coisa que falhou foi mesmo a fotografia de grupo, mas falando pela experiência, creio que estava toda a gente tão envolvida e a divertir-se, que ninguém se lembrou de tal coisa durante o serão. 

Depois de sairmos de lá, fui ainda a um pequeno bar com algumas amigas. Estão a ver aquela sensação do "está-se tão bem que não quero ir para casa?". Foi basicamente isso. Até que o cansaço de uma semana inteira de trabalho nos venceu a todas (vida de adulto é lixado). 

Não podia pedir melhor tarde/noite. Foi simples, pois foi. Exatamente como eu queria: um serão "sem filtros", e estava mesmo, mesmo, mesmo a precisar.

Já sabem que sou toda pelos agradecimentos, e quero agradecer muito (mesmo muito) à minha madrinha e à minha mãe, por terem sido incansáveis a preparar tudo e a gerir as questões de todas as pessoas envolvidas. Quero agradecer à "Doces da Lina" pelo bolo da "Minnie noiva" que estava maravilhoso e também delicioso; agradeço também a todas as meninas e mulheres que ajudaram na decoração do espaço, tenha sido a realizá-la ou a colocá-la; e agradeço a todas, claro, pela contribuição para a mesa de comida mega variada, pelo tempo dispendido para ajudarem a tornar os jogos possíveis de realizar e divertidos de se fazerem, por passarem a tarde-noite comigo sempre com um sorriso na cara (houve quem viesse bem de longe para poder estar presente), por terem todas cumprido com a indumentária a rigor, e mais importante... por todo o carinho, presença, apoio e amizade. Fomos 35 meninas-mulheres no total. Sei que algumas não puderam ir mesmo por impossibilidade. Por isso só posso mesmo estar grata por poder concluir que existem mulheres maravilhosas neste Mundo, e várias são parte integrante da minha vida.

Obrigado por me manterem uma noiva feliz <3 

PS: teria muitas fotografias para partilhar, principalmente porque tirei com toda a gente. Mas partilharei apenas algumas, esperando que, quem não aparece, não leve a mal.

PS2: uma vez que não foi um momento para nos preocuparmos com a qualidade das fotografias, são totalmente sem filtro, sem "estética" para blog. É uma partilha muito pessoal, que apenas faço para marcar aqui o momento e também porque pode servir para algumas meninas tirarem ideias... por isso espero que compreendam. 

30772079_10214715901063884_1709489375_o.jpg

 

30711103_2013374225357321_7698291384121294848_n.jp

 

30728462_2013374412023969_1979047932732637184_n.jp

 

30708485_2013375882023822_7701859673015582720_n.jp

 

30738982_2013374398690637_3977520490716594176_n.jp

 

DSC_0010.JPG

 

DSC_0053.JPG

 

DSC_2100.JPG

 

DSC_0055.JPG

 

DSC_0090.JPG

 

30740368_2013375318690545_3080026622552702976_n.jp

 

DSC_0037.JPG

 

DSC_0096.JPG

 

DSC_2091.JPG

 

DSC_0098.JPG

 

DSC_2114.JPG

 

DSC_2151.JPG