Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Ter | 01.05.18

Maio... pânico.

Antes de continuarem a ler, quero avisar que este post será de cariz pessoal, escrito com o "cuidado" (ou a falta dele) de quem está a falar com conhecidos na esplanada do café. Portanto, se não gostam de "páginas de diários" de gente que já não se sente totalmente equilibrada... é hora de pararem. É na boa, eu compreendo. Voltem em meados de Junho, que eu prometo que isto melhora ligeiramente. 

Sem rodeios, venho uma vez mais pedir desculpa. Já cansa começar assim os posts, certo? Por isso, vou simplesmente assumir que este mês será muito difícil "parar" por este cantinho, da mesma forma que foi praticamente impossível em Abril. Até o Dia Mundial da Dança deixei passar, aquele dia que, quem me conhece, sabe que tem "mixed feelings" para mim e que gosto de dedicar sempre a uma pessoa muito especial.

Bem, e o que venho então cá dizer-vos? Nada que já não saibam: chegou o mês de Maio. COMO ASSIM?!

Nem acredito que já cá estamos. Este ano 2018 tem passado mais rápido do que os restantes, e não vos sei dizer se isso é bom ou mau..considero sempre o mês de Maio "o mês do pânico". Há vários na minha existência de Drama Queen, eu sei... mas este mês é que é mesmo lixado (quando eu disser isto dos outros, lembrem-se: maio é sempre pior).

Tão poucas letras na sua constituição e carregado de tantos processos que culminam em acontecimentos. Temo sempre que chegue, e este ano então nem se fala. As emoções estão à flor da pele, e tenho feito um esforço enorme para as conter, seja em que contexto for. Razões? Medo de desabar com elas. São demasiadas, tudo completamente "overwhelming": espetáculo final de ano letivo (talvez o último para alguns alunos que acompanho há tempo suficiente para considerar insubstituíveis), casamento e mudança de casa à porta (será exagerado da minha parte dizer que isto significa, por outras palavras, "mudança (quase) total de vida"? ), conclusão da segunda licenciatura (a culminar numa apresentação de projeto que me faz tremer só de pensar)... E mais não vale a pena referir. Tudo isto se dará algures em Junho, com a maior parte do processo em Maio. Portanto sim, o "mês do pânico", das emoções fortes (e mal geridas), do cansaço acumulado e misturado com uma adrenalina doentia... o mês em que, sinceramente, me sinto um pouco perdida.

Vou mesmo precisar deste Verão para respirar e me redescobrir. Mas até lá... há que pedir desculpa antecipadamente pela pessoa que serei em maio: ausente no blog, inconstante na vida real, com um nó na garganta que teima em não desaparecer, dona de um coração que insiste em não desacelerar, uma amante fogosa do café e um ser humano com necessidade de compreensão mas também de dissociação (não sou caranguejo de signo por acaso... é nestes momentos que tento sacar da carapaça ao máximo). 

Obrigado a todos os que por aqui vão passando para ver se há novidades e que não desistem de o fazer. Tenho muitas, muitas saudades de por cá andar. Mas preciso de tempo. E de espaço. E de poupar um pouco o coração e as palavras.

Vamos a isto!

1dd341fbeda873d20281b5b6b756a83c.jpg

Fonte: minnamay.com

 

1 comentário

Comentar post