Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Dom | 05.06.16

Olá Junho ("but first, coffee")

Já sabem o que venho para aqui dizer, certo? Quem já segue o blog há uns tempinhos sabe que eu chego aqui aos meses críticos (geralmente Novembro/Dezembro e Maio/Junho) e das duas uma: ou "desapareço" um pouco, ou venho para cá pedir colinho.

Chegou uma vez mais um mês que me confunde... um mês que traz tantas realizações mas que, até acontecerem, é um mês coberto de "sangue, suor e lágrimas".

Confesso que não têm sido tempos fáceis, e admito que, como há alguns anos atrás, me voltei a debater com as minhas crises de ansiedade (hoje falo delas sem medo, porque anteriormente gostava de ter lido algo do género "sei o que isso é".) 

E por isso, entre o trabalho, os ensaios, a faculdade (testes, trabalhos), espetáculos, a minha nova experiência no Youtube e momentos de crise e "não vou conseguir", não tenho tido vagar para vir escrever no blog. E vocês sabem o quão eu gosto e preciso disto. Mas acreditem, tempo é algo que tenho controlado microscopicamente desde que me levanto até que me deito. (até as minhas unhas estão um nojo, já que não tenho tempo de ir arranjá-las! Comentário superficial, mas vá, só para suavizar um pouco).

Está quase aí outro daqueles "projetos" em que me meto literalmente sozinha e depois penso "onde raio estavas com a cabeça?"

O espetáculo "Cinderela de outras histórias", o primeiro que coreografei e produzi na íntegra, estreia já no dia 18 deste mês. E depois de tanto tempo de preparação e ensaios (nas férias de Verão passadas já eu andava a planear isto mentalmente!), eis que chega a altura de o fazer saltar da minha cabeça para o palco, e estou "cagadinha" como nunca (desculpem-me a expressão).

Há tanto ainda para fazer, que eu, curiosamente, estou calma quanto a essa parte. E porquê? Porque é TANTA coisa, que prefiro não listar. Assim não tenho tanta noção  e consigo manter-me controlada (estou, obviamente, a adiar o óbvio: vou-me passar algures por estes dias quando me aperceber da quantidade de coisas que ainda faltam). "Olhos que não vêem, coração que não sente."

No meio de tudo isto, é mais do mesmo dos quais estão fartinhos de ouvir falar... faculdade, outros espetáculos, youtube... agora até formações acrescidas, uma vez que serei este ano monitora de um campo de Férias pela 1ª vez. Muita coisa... demasiada. Desta vez, eu própria, raínha dos afazeres, tenho de admitir que abusei. E o mais perigoso é eu tirar gostinho disso.

Tenho de pensar que tudo se fará... melhor ou pior. É um teste à minha capacidade de pôr o perfecionismo de lado, mas isso até é bom, certo?

Por hoje já desabafei. Já sabem que irei "desaparecer" por mais uns dias.

Obrigado pelo "colinho" <3 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.