Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qua | 19.09.18

Estar cansado: a subvalorização de um estado que pode ser sério

Palavra de Bailarina
Quando as pessoas que nos rodeiam veem em nós indivíduos que estão sempre a fazer muita coisa ao mesmo tempo, tendem, mesmo sem querer, a desvalorizar quando utilizamos as expressões: "estou cansado/estou de rastos".Imediatamente vem a resposta "Tu? Vá, deixa-te disso, tu consegues tudo", ou outras parecidas.Apesar de existir da parte da pessoa cansada um profundo agradecimento pelo apreço, o apoio e a tentativa de meter o "astral para cima", expressões como a que referi acima (...)
Ter | 04.09.18

As minhas tatuagens - história e significados

Palavra de Bailarina
Desde que me conheço que adoro tatuagens e sempre quis fazer várias. Assim que atingi a maioridade, fiz a minha primeira e, recentemente, fiz a terceira. Pelo meio, muitas histórias e muitos significados.Até ao final da minha vida pretendo fazer sete. Podia encher-me já de todas elas mas acho que, como para tudo, existe o tempo certo. Hoje venho mostrar-vos as três que já fiz e venho contar-vos o que significam: "Born to dance"Fiz esta tatuagem com 18 anos, depois de ter entrado na (...)
Seg | 13.08.18

Algarve 2018

Palavra de Bailarina
Praia da Galé - Albufeira, Algarve "Vale um sorriso" pelos bons momentos, pela família, pelo sol na cabeça e areia nos pés, pela água fria, o amor e a gratidão meu Algarve, não és bem "meu", mas és sempre uma mão que aterra no meu ombro e diz "agora respira", depois dos anos letivos cheios de loucura. Apresentaste-me amigos extraordinários, alguns que se mantêm e outros que são apenas lembranças felizes; deste-me muitas tardes de inspiração à beira da piscina ou deitada (...)
Qua | 18.07.18

26 lições que aprendi até aos 26 anos

Palavra de Bailarina
Ontem, dia 17 de julho, celebrei o meu 26º aniversário. Um dia muito feliz, a fazer o que mais amo e a receber a família em casa à noite. Sobre a idade que faço em específico, prefiro nem falar, porque quem me conhece já sabe... O Síndrome de Peter Pan "assombra-me" xD Os 25 anos constituíram um ano maravilhoso a todos os níveis, com muitas dificuldades e desafios ultrapassados para culminar em momentos maravilhosos. E é só uma continuidade de tudo isto que desejo no meu (...)
Ter | 03.07.18

Voltei! (como se nunca tivesse ido embora)

Palavra de Bailarina
Nem sei como (re)começar. "Olá" ? Faz sentido?Depois de um dos meses mais loucos que já tive na minha vida... depois de um espetáculo de dança coreografado para 92 alunos e reproduzido em dois dias de sala cheia, depois das emoções da despedida de alguns desses alunos mais velhos, depois de terminar o estágio e de apresentar o projeto final da licenciatura, depois do casamento (e de tudo o que isso acarreta), depois das remodelações grandes da casa (ainda faltam as pequenas (...)