Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Qui | 21.12.17

Olha para o céu e diz-me o que vês - Palavras dançadas #7

Palavra de Bailarina
"Olha para o céu estrelado e diz-me o que vês. Diz-me que não sou a única a ver uma estrada imensa de constelações numa confusão atroz, sem sinalização nem cedência de passagem. Diz-me que, como eu, vês caminhos de luz que, quer queiras quer não, se encontram algures. Olha para o céu e diz-me o que vês. Tira-me o peso de pensar que sou a única desequilibrada num mundo que quer viver de perfeitos equilíbrios. Diz-me que também sentes que o errado parece certo. E que nem (...)
Dom | 05.11.17

Os dias em que nos sentimos pequenos (e aqui, os metros pouco importam) - PALAVRAS DANÇADAS #6

Palavra de Bailarina
  Há dias em que acordamos e se faz um clique feio e asqueroso na nossa cabeça. Damos por nós a tentar perceber qual o exato momento em que esse clique se dá. Será assim que adormecemos? A meio das nossas horas de sono? Imediatamente quando acordamos? Qual será o instante exato em que a nossa cabeça é formatada para pensar: “Hoje vais sentir-te uma bosta”? Continuo sem uma conclusão, mas acontece. E acontece de tal modo que sentimos que seríamos pessoas mais produtivas se (...)
Qua | 11.02.15

Duas stressadas, uma Mica e um livro

Palavra de Bailarina
    Ainda que continue sem poder revelar na totalidade o que anda a acontecer de novo nesta minha humilde vida, tenho a dizer que só me atingiu agora. Já andava a estranhar a tranquilidade com que andava a levar este novo projeto/trabalho. "Andas a aprender a controlar-te!", congratulei-me a mim própria, de modo (...)
Ter | 18.11.14

Acho que um obrigado não chega.

Palavra de Bailarina
  Ontem recebi uma surpresa... O site da SAPO decidiu, entre milhares de blogs, destacar o meu através de um texto em particular que escrevi e publiquei!! Intitulado "Geração Instantânea", trata-se de uma reflexão que fiz perante uma problemática da qual me dei conta ao dar aulas de dança a crianças, mas que infelizmente se tem revelado um problema muito comum desta nova geração. E a culpa? é nossa, a meu ver. MIL OBRIGADOS à Sapo.pt por este destaque!!. Significou muito (...)