Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Palavra de Bailarina

Para além de dançar o Mundo, gosto de escrevê-lo

Ter | 25.03.14

Voar daqui, por favor

Desde miúda que um dos meus maiores prazeres sempre foi viajar. Fosse para fora do país ou fosse dentro dele. Eu queria era conhecer lugares novos, tirar belas fotografias e apreciar o momento.

Esse prazer nunca deixou de existir em mim... de facto, foi até apurado desde que resolvi embarcar na aventura ERASMUS. Entrei nela não só com o objectivo de estudar Dança num Conservatório Superior e tornar-me melhor bailarina e uma pessoa mais independente, mas também porque achei que seria uma boa estratégia para tentar "fugir" um pouco do que me é conhecido e conseguir equilibrar a minha vida de novo. Sentia-me perdida, estagnada no tédio, e ironicamente, escolhi ir para um sítio desconhecido para me tentar encontrar. Mais irónico ainda é que não me encontrei "indo", mas sim "voltando". Comecei a dar mais valor ao meu verdadeiro lar, e também senti e entendi a beleza de ir com a certeza de voltar. E é esse, para mim, o verdadeiro conceito de viajar: ir, perder-me, explorar, tirarem-me os pés debaixo do tapete, soltar as amarras, não ter sentido... e de seguida, voltar a tudo o que é meu.

 

Desde que descobri que isto é possível, que a minha sede por viajar aumentou. E é cada vez maior o desejo de "fugir" para vários lugares . Não me interpretem mal, sou mais do que feliz com o que tenho e com as pessoas que tenho na minha vida (Aliás, se nestas "escapadas" pudesse levá-las, seria tudo ainda mais perfeito.) É apenas esta rotina, esta falta de novidade, este pulsar igual dos dias que me atinge, que me aborrece, que me amedronta. Juntando também ao quão cinzento está este Portugal (falo das pessoas, não das núvens), e a vontade torna-se ainda maior. 

Infelizmente faltam os "recursos" ('money, money, money..must be funny in a rich man's world'). E também o tempo, entre o trabalho e o estudo (a tal rotina). 

Dados estes factos, fica o sonho, o desejo, a vontade insaciável... e fica o calendário.

Porque felizmente, daqui a exatamente 3 meses e 13 dias estarei a voar para tão longe quanto nunca antes, na companhia do melhor namorado do Mundo, que me proporcionou esta big prenda de anos (muito) antecipada.

 

Pena termos de esperar tanto... precisava tantoooo de ir agora! Mas vá... nem me atrevo a queixar de tal coisa, não vá a sorte e o karma trair-me.

Obrigado meu amor, por juntares a tua fome por férias à minha sede por viagens, e proporcionares o menu perfeito aos dois <3

 

 

 

 

Adivinham o destino?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.